quinta-feira, 25 de março de 2010

Caçadores de Mitos "A única Igreja verdadeira"




Andrew Ainsworth, para o site Mormon Matters, publicado em 21 de janeiro de 2008 - traduzido por A.Flauber D.Barros.’. 

__________________________________________________

Existem muitos mitos tanto dentro como fora da Igreja sobre os SUD declararem ser a “única Igreja verdadeira”. Esta declaração, feita assim torna difícil para pessoas de outras religiões para aceitá-la por razões óbvias. Mesmo alguns Mórmons podem resistir com este assunto porque também parece ser controverso aceitar a afirmação que nossa crença em um Deus justo e misericordioso que ama todos os seus filhos igualmente.
Eu não espero que seja “fácil” aceitar “única Igreja verdadeira” que assim se afirma. No entanto, eu acredito que membros da Igreja infelismente podem tornar mais difícil aceitar “uma igreja verdadeira” quando eles avançam direto em cima de algumas conclusões desnecessárias sobre o que realmente significa “única Igreja verdadeira”.
Para compreender perfeitamente o que “única Igreja verdadeira” “realmente significa, primeiramente precisamos ser claros sobre o sentido desta afirmação. Embora a Igreja SUD incorrigivelmente afirma ser a possuidora das chaves do sacerdócio, Mórmons não alegam nenhum monopólio da verdade ou comunicação com Deus. Ao contrário, Mórmons acreditam que chamados de Deus e líderes guiados de todas as crenças revelam a verdade aos seus filhos e completam seu grande trabalho e este Deus ama e guia à todos que com sinceridade o buscam, não importando de que religião ou credo eles façam parte. O texto que segue é minha tentativa de romper alguns dos muitos mitos sobre o que é a pérola “única igreja verdadeira” quer dizer através de palavras de líderes da Igreja e publicação mórmon.

Mito: Deus parou de se comunicar com a humanidade por centenas de anos durante “a Apostasia,” quando o sacerdócio não se encontrava sobre a face da terra.

Detonando o mito:
“A linha de autoridade do sacerdócio foi quebrada. Mas a humanidade não foi deixada em completa obscuridade ou completamente sem revelação ou inspiração. A idéia de que com a crucificação de Cristo os céus se fecharam e que se abriram com a Primeira Visão não é verdadeira. A Luz de Cristo estaria presente em todos os lugares para servir os filhos de Deus; o Espírito Santo visitaria almas que buscam. As orações dos justos não ficariam sem respostas.” Elder Boyd K. Packer [1]
“Desde antigamente . . . bons e grandes homens, não tendo o Sacedócio, mas possuindo profundidade de pensamento, grande sabedoria, e um desejo de elevar seus semelhantes, tem sido enviados pelo Todo-poderoso entre as nações, para dá-los, não a plenitude do Evangelho, mas uma porção da verdade para que eles possam ser capazes de recebê-lo e sabiamente utilizá-lo.” Elder Orson F. Whitney, quoted by Elder Howard W. Hunter [2]

Mito: Na época deJoseph Smith, as igrejas Cristãs eram completamente corrompidas e abomináveis perante o Senhor.

Detonando o mito:
“Santos do Últimos Dias bem informados não discutem que o Cristianismo histórico perdeu toda a verdade ou se tornou completamente corrompido. As igrejas ortodoxas podem ter perdido a ‘plenitude’ do evangelho, mas não perderam todo ou nem mesmo a maioria dele... A visão SUD atual, é de que as igrejas ortodoxas são incompletas e não corrompidas. E são suas crenças pós-biblicas que são mostradas na primeira visão de Joseph Smith como uma ‘abominação’ mas certamente não seus membros individualmente ou de sua fé na bíblia.” Stephen E. Robinson (como citado em www.lds.org)[3]

Mito: Porque os Mórmons são o único povo atualmente guiado por profetas verdadeiros com a autoridade do sacerdócio, eles são os únicos eleitos para receber inspiração Divina.

Detonando o mito:
“Nós afirmamos de que inspiração Divina não é limitada aos Santos dos Últimos Dias.” Elder James E. Faust[4]
“Todos os homens compartilham da herança de uma luz divina. Deus opera entre seus filhos em todas as nações, e aqueles que buscam a Deus lhe são permitidos mais luz e conhecimento, independente de sua raça, nacionalidade ou tradições culturais.” Elder Howard W. Hunter[5]
“Porque eis que o Senhor concede a todas as nações que ensinem a sua palavra em sua própria nação e língua, sim, em sabedoria, tudo o que ele acha que devem receber; vemos, portanto, que o Senhor aconselha com sabedoria, segundo o que é justo e verdadeiro..” Book of Mormon[6]

Mito: Como povo do convênio de Deus, os Mórmons são os que foram escolhidos por Deus para executar sua grande e maravilhosa obra.

Detonando o mito:
“Deus usa mais de uma pessoa para a que seja cumprida sua grande e maravilhosa obra. Os Santos dos Últimos Dias não podem fazê-lo sozinho. É muito amplo, muito árduo para qualquer um. … Nós não temos nada contra os Gentios. Eles são nossos parceiros sob certo aspecto.” Elder Orson F. Whitney, citado por Elder Ezra Taft Benson[7]

Mito: Mesmo que líderes bem-intencionados de outras religiões e igrejas sejam servos vítimas do demônio eles estão enganando e levando os filhos de Deus para o mal caminho.

Detonando o mito:
“Nós cremos que a maioria dos líderes religiosos e seus seguidores são crentes sinceros que amam a Deus e compreendem e O servem com o melhor de suas habilidades. Nós devemos a estes homens e mulheres que mantêm a luz da fé e aprendizado vivos através dos séculos até hoje em dia . . . Nós lhe rendemos graças como servos de Deus.” Elder Dallin H. Oaks[8]
“Os grande líderes religiosos do mundo como Maomé, Confúcio e os Reformadores, assim como os filósofos incluindo Sócrates, Platão e outros, receberam uma porção da luz de Deus. Princípios morais foram dados a eles por Deus para iluminar nações inteiras e trazê-las a um nível maior de entendimento como indivíduos. … Nós cremos que Deus deu e dará a todas as pessoas conhecimento suficiente para ajudá-las em seus próprios caminhos a eterna salvação.” Elder James E. Faust[9]

Mito: As pessoas pertencem ou a Igreja SUD ou a “igreja do demônio,” também conhecida como a “grande e abominável Igreja.”

Detonando o mito:
“Nós temos que entender que. . . não são todos que aceitarão nossa doutrina da Restauração do evangelho de Jesus Cristo... Eles se preocupam com suas famílias, do mesmo modo que nós. Eles querem fazer do mundo um lugar melhor, assim como nós. Eles são bondosos, carinhosos, generosos e fiéis, assim como procuramos ser.” Elder M. Russell Ballard[10]

Mito: Se uma pessoa não entra para a Igreja depois de aprender a respeito, esta pessoa não é honesta em seu coração.

Detonando o mito:
“Talvez o Senhor precise de homens de fora de sua Igreja para ajudá-Lo. Eles. . . podem fazer coisas melhores pela causa de onde o Senhor os colocou, do que qualquer outro lugar. … Por conseguinte, eventualmente alguns destes recebem o testemunho da verdade; enquando outros se mantêm em suas crenças . . . as belezas e glórias do evangelho sendo cobertas de suas vistas por uma sábio propósito.” Elder Orson F. Whitney, citado por Elder Ezra Taft Benson[11]
_____________________________________________
[1] Boyd K. Packer, “The Light of Christ,” Ensign, Apr. 2005, 11 (citado na página da igreja em: http://www.lds.org/ldsnewsroom/).
[2] Orson F. Whitney, Conference Report, Apr. 1921, pp. 32-33 [citado por Howard W. Hunter, "The Gospel-A Global Faith," Ensign, Nov 1991, 18].
[3] Craig L. Blomberg e Stephen E. Robinson, How Wide the Divide? A Mormon and an Evangelical in Conversation (Downers Grove, IL: InterVarsity Press, 1997), 61 (citado na página da Igreja em http://www.lds.org/ldsnewsroom/).
[4] Elder James E. Faust, “Communion with the Holy Spirit,” Ensign, May 1980, 12 .
[5] Howard W. Hunter, “The Gospel-A Global Faith,” Ensign, Nov 1991, 18 .
[6] Alma 29:8
[7] Orson F. Whitney, Conference Report, April 1928, p. 59 [citado por Ezra Taft Benson, "Civic Standards for the Faithful Saints," Ensign, Jul 1972, 59].
[8] Dallin H. Oaks, “Apostasy and Restoration,” Ensign, May 1995, 84.
[9] Elder James E. Faust, “Communion with the Holy Spirit,” Ensign, May 1980, 12
[10] M. Russell Ballard, “Doctrine of Inclusion,” Ensign, Nov 2001, 35.
[11] Orson F. Whitney, Conference Report, April 1928, p. 59 [citado por Ezra Taft Benson, "Civic Standards for the Faithful Saints," Ensign, Jul 1972, 59].

Share/Bookmark

5 comments:

Investigadora disse...

Prezado Flauber

Tomei a liberdade de transcrever os mitos e as declarações das AG em meu blog, colocando os créditos da sua tradução. Esta é uma parte importantíssima que os SUDs devem conhecer!

http://investigacoessud.blogspot.com/2010/03/detonando-mitos.html

Caso nào concorde, retirarei o post.

Obrigada novamente

Pedro e Talita disse...

sinceramente, muitos dos "mitos" em momento algum foram quebrados, pois, não são mitos, e é até engraçado, você usa contra estes "mitos", opiniões pessoais, com "talvez", e escritura fora do sentido.

Lamento.

Não estaria você querendo criar novos mitos?

Missionário da Verdade disse...

Deuteronômio 18;20-22

"...Se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o Senhor não falou? Sabe que quando esse profeta falar, em nome do Senhor, e a palavra dele se não cumprir nem suceder, como profetizou, esta é palavra que o Senhor não disse; com soberba a falou o tal profeta: não tenhas temor dele."

Lilian disse...

Missionário de Verdade,

Sinto muito, mas se for seguir esta escritura adotando a linha de seu raciocinio, então eu diria que alguns profetas bíblicos também são falsos profetas, quando na verdade não o são.
Existem passagens nas escrituras que deixam claro que o Senhor pode sim mudar certas profecias de acordo com seus designios. Profecias também eram um meio de Deus advertir seu povo e muitas vezes eram condicionais. Se dada profecia feita por um profeta inspirado por Deus não se cumpriu, não significa que esse seja um ponto chave para dizer que tal profeta é falso e sim que algumas profecias, como já mencionei, são condicionais e dependem muitas vezes da conduta das pessoas para que sejam ou não cumpridas. Aliás, seria bom analizarmos que o fato de determinada profecia não ter se cumprido, não significa que seja falsa, pois ainda há tempo da mesma ser cumprida, ou seja, você está tão atrelado a uma única idéia que esquece de analisar outras circunstancias e com isso acaba indiretamente por chamar alguns profetas bíblicos de mentirosos.

Anônimo disse...

Caros leitores e até mesmo você meu precipitado escritor, porque perder tempo em levantar duvidas e hipóteses, se você não acredita naquilo que recebe como informação.
Conseguiria então acreditar em revelações ?
o senhor confunde os sábios meus amigos, e concede perdão ao fraco que se humilha perante ele.
Seja no minimo humilde, antes de questionar oque é divino e sagrado; E primeiro ponha à prova sua fé.. obrigado

Postar um comentário